Faith No More transmite show ao vivo pelo Chatroulette

27 02 2010
Mike Patton ao vivo em 2009

Mike Patton ao vivo em 2009

O Faith No More, grupo conhecido tanto por sua música quanto pelas constantes bizarrices às quais adere, detonou mais uma esquisitisse ontem, 26 de fevereiro (sexta-feira), durante apresentação no Soundwave Festival em Melbourne, Austrália.

O show da banda foi transmitido na íntegra e ao vivo no Chatroulette, famoso site no qual estranhos são conectados aleatoriamente em webchat com câmera. Criado em novembro de 2009 pelo russo Andrey Ternovskiy, o serviço ganhou os noticiários no início deste ano devido a seu dinamismo e à interminável gama de atuações dos usuários. Contra-indicado a menores de dezesseis anos, Continue lendo »

Anúncios




Guns N' Roses: guitarrista fala ao Brasil

23 02 2010

Ron Thal ao vivo com Axl Rose

Quando foi indicado por Joe Satriani para substituir Buckethead no Guns N’ Roses em 2006, Ron Thal era apenas um excêntrico guitarrista virtuose conhecido por um pequeno grupo de fãs que admirava incrivelmente suas músicas, técnicas, extravagâncias e inusitadas guitarras “queijo suíço” e “pé de abelha”. Sem grandes repercussões, o novaiorquino seguia uma carreira solo que dava o que falar, principalmente por trabalhos como “The Adventures Of Bumblefoot” (1995), “Hands” (1998) e “Uncool” (2000).

Aprovado por Axl Rose, ele se lançou ao estrelato ocupando o posto que fora de Slash em um dos maiores grupos da história, o Guns N’ Roses. Depois de algumas turnês e da desova do discutido “Chinese Democracy” (2008), Ron “Bumblefoot” Thal conquistou em definitivo o respeito dos aficionados pela lendária banda tanto por suas atuações ao vivo quanto pela maneira de interagir com os fãs. Continue lendo »





Guns N’ Roses: guitarrista fala ao Brasil

23 02 2010

Ron Thal ao vivo com Axl Rose

Quando foi indicado por Joe Satriani para substituir Buckethead no Guns N’ Roses em 2006, Ron Thal era apenas um excêntrico guitarrista virtuose conhecido por um pequeno grupo de fãs que admirava incrivelmente suas músicas, técnicas, extravagâncias e inusitadas guitarras “queijo suíço” e “pé de abelha”. Sem grandes repercussões, o novaiorquino seguia uma carreira solo que dava o que falar, principalmente por trabalhos como “The Adventures Of Bumblefoot” (1995), “Hands” (1998) e “Uncool” (2000).

Aprovado por Axl Rose, ele se lançou ao estrelato ocupando o posto que fora de Slash em um dos maiores grupos da história, o Guns N’ Roses. Depois de algumas turnês e da desova do discutido “Chinese Democracy” (2008), Ron “Bumblefoot” Thal conquistou em definitivo o respeito dos aficionados pela lendária banda tanto por suas atuações ao vivo quanto pela maneira de interagir com os fãs. Continue lendo »