Guns N’ Roses: guitarrista fala ao Brasil

23 02 2010

Ron Thal ao vivo com Axl Rose

Quando foi indicado por Joe Satriani para substituir Buckethead no Guns N’ Roses em 2006, Ron Thal era apenas um excêntrico guitarrista virtuose conhecido por um pequeno grupo de fãs que admirava incrivelmente suas músicas, técnicas, extravagâncias e inusitadas guitarras “queijo suíço” e “pé de abelha”. Sem grandes repercussões, o novaiorquino seguia uma carreira solo que dava o que falar, principalmente por trabalhos como “The Adventures Of Bumblefoot” (1995), “Hands” (1998) e “Uncool” (2000).

Aprovado por Axl Rose, ele se lançou ao estrelato ocupando o posto que fora de Slash em um dos maiores grupos da história, o Guns N’ Roses. Depois de algumas turnês e da desova do discutido “Chinese Democracy” (2008), Ron “Bumblefoot” Thal conquistou em definitivo o respeito dos aficionados pela lendária banda tanto por suas atuações ao vivo quanto pela maneira de interagir com os fãs. Leia o resto deste post »





Vovôs do rock

19 05 2009
Programa do Canal 5, estatal da Catalunha, Espanha, põe "senhores" para cantar clássicos do rock

Reality show da TV3, estatal da Catalunha, Espanha, põe "senhores" para cantar clássicos do rock

Imagine você entrando na casa da sua avó e ao invés de encontrá-la com o tricô na mão e a novela sintonizada na eterna novela das 8 do “canal 5”, você a vê em pé na sala de estar cantando a todo pulmão Highway to Hell, do AC/DC. Surreal? Bom, essa é exatamente a proposta de “Casal Rock”, da TV estatal da Catalunha.

O programa segue a onda dos reality shows que assolam as tevês de todo o mundo, mas com uma proposta mais prosaica. Ao invés de jovens talentosos tentando ser artistas ou modelos trocado farpas dentro de um apartamento isolado do mundo, a TV 3 coloca no ar 25 velhinhos entre 70 e 90 anos entoando clássicos do rock.

Leia o resto deste post »





Megalomaníaco, Flight 666 não acresce nada

25 04 2009

Documentário sobre turnê do Iron Maiden traz pouca informação relevante e bastante música do grupo

Documentário sobre turnê do Iron Maiden traz pouca informação relevante e bastante música do grupo

Documentário, segundo o Wikipedia¹, é o gênero literáriro que se preocupa com a exploração da realidade. Em Flight 666, Sam Dunn e Scott McFayden se propuseram a mostrar uma turnê grandiosa e curiosa do ícone do heavy metal, Iron Maiden. Durante seis semanas, o grupo inglês percorreria o mundo todo à bordo de seu próprio avião, o Ed Force One, comandado pelo seu vocalista, Bruce Dickinson, também piloto nas horas vagas, realizando 22 shows.

Que se tratava de uma tarefa hercúlea para a banda, não há como negar. Porém, para quem conhece a praxe megalomaníaca do Iron Maiden, mais difícil ainda seria que os realizadores de Headbanger’s Journey e Global Metal conseguissem fazer do documentário algo mais do que uma simples bajulação à mania de grandeza do empresário Rod Smallwood e seus comandados. E, nessa função, os cineastas falharam bisonhamente.

Leia o resto deste post »





Em meio ao dilúvio, Opeth, o bárbaro, conquistou São Paulo

8 04 2009

opeth2

Mikael Åkerfeldt: bom humor e camisa do Conan

Um dilúvio castigava São Paulo na tarde do domingo em que o Opeth faria sua primeira apresentação em terras brasileiras, divulgando o último álbum, Watershed, de 2008. A banda, extrema na dificuldade de ser rotulada e, por isso, apreciada, atraiu quase a completa lotação do Santana Hall, algo inacreditável tanto para quem acompanhava a falta de interesse da mídia tupiniquim pelos suecos na ocasião do lançamento de seus trabalhos cruciais Still Life (1999) e Blackwater Park (2001), quanto pela escassa discografia lançada por aqui.

Tamanha chuva, porém, gerou alguns contratempos. O primeiro foi enfrentar os alagamentos na região norte da capital paulista, onde se encontra a casa. Apesar de não ter presenciado pessoalmente, ouvi relatos de que a fila da entrada no show teria atravessado o meio da correnteza da água da tempestade. Ainda havia algumas goteiras no próprio palco. A qualidade de som estava boa, apesar de já ter presenciado o Santana Hall em melhores dias, o que é uma pena, dado o minimalismo da música do Opeth exigir um som cristalino.

Leia o resto deste post »





Maurício Ricardo fala sobre Os Seminovos, Charges, Dimebag e BBB

7 04 2009

Charges.com.br

seminovos03Há praticamente uma década fazendo a alegria do público com o Charges.com.br, o cartunista e chargista Maurício Ricardo é um fenômeno da Internet e roqueiro de plantão. Personagens inspirados em ídolos e grupos de Rock ‘N’ Roll são frequentes em seus trabalhos. Em dezembro de 2004, ele colocou seu lado crítico em função da música que ama e, com humor e sátira, respondeu aos comentários e críticas descabidos de Arnaldo Jabor no Jornal da Globo após o assassinato do guitarrista Dimebag Darrell (Pantera, Damageplan)¹. Oito meses depois, formou Os Seminovos, atingindo – rapidamente -, projeção nacional e sucesso similar ao que alcançou após anos e anos de luta como chargista até se consolidar como um pioneiro empreendedor da rede mundial de computadores.

Em entrevista exclusiva ao Solada, Maurício Ricardo falou de suas paixões, influências, carreira, Dimebag e a inspiração para a charge sobre os comentários de Arnaldo Jabor. É claro: não faltaram também informações sobre os Seminovos, Charges.com.br, opiniões sobre pirataria e a indústria musical, os humorísticos CQC e Pânico, e Big Brother Brasil. Leia o resto deste post »





Kiss: mensagem aos brasileiros e os mitos sobre a banda

7 04 2009

kissrollingstoneO Kiss dominou as publicações latino-americanas em sua nova turnê pela América do Sul. O grupo chega ao Brasil hoje, 7 de abril, e toca em São Paulo com abertura do Dr. Sin. Amanhã, a banda despede-se do território nacional apresentando-se no Rio de Janeiro.

As três principais revistas de Rock e entretenimento da Argentina, Rolling Stone, Jedbangers e Soy Rock, dedicaram as capas de suas últimas edições ao quarteto.

Além de entrevistas exclusivas, os periódicos trazem informações importantes sobre a história do conjunto e algumas curiosidades. Leia o resto deste post »





O Iron Maiden que o mundo não (ou)viu

26 03 2009
Iron Maiden original: 1968

Iron Maiden original: 1968

Shows lotados, 70 milhões de discos vendidos¹, uma legião de fãs que duas ou três bandas – se é que quaisquer outras além deles – podem se gabar de ter conquistado tocando Heavy Metal, apresentações como atração principal nos maiores festivais europeus, asiáticos, sul-americanos e, eventualmente, norte-americanos, além de clássicos que se tornaram hinos de um estilo e trilhas sonoras de várias gerações. Resumidamente, este é o Iron Maiden de Steve Harris (baixo), Bruce Dickinson (vocal), Dave Murray (guitarra), Adrian Smith (guitarra), Janick Gers (guitarra) e Nicko McBrain (bateria), formado em 1975. Leia o resto deste post »