Randy Rhoads será tema de documentário. Valerá a pena?

23 12 2008

Documentário sobre Randy Rhoads deve sair em setembro de 2009

Documentário sobre Randy Rhoads deve sair em setembro de 2009

Bernie Tormé, em recente matéria da Blabbermouth, anunciou ter sido entrevistado para um filme sobre Randy Rhoads, já em produção há aproximadamente três anos. Trata-se de mais um documentário para a febre que parece invadir o metal recentemente, principalmente após os bem-sucedidos Metal: A Headbanger’s Journey e Some Kind of Monster. Para o ávido fã do estilo, sedento por informações, é ótimo. Mas, para quem busca qualidade cinematográfica ou noticiosa, não é o mar de rosas que parece.

Por trás do documentário do falecido companheiro de Ozzy Osbourne está o desconhecido Peter Margolis. Uma rápida procura por seu curriculum no IMDB mostra que sua experiência está concentrada em atrações televisivas, normalmente como diretor de palco de shows, uma ou outra aparição como assistente em algum seriado. Enfim, nada que desperte maiores esperanças de vermos algo num nível muito acima dos pastiches de biografias como as conduzidas pelas próprias bandas como extras em seus DVDs.

Pode-se, é claro, estar sempre aberto a surpresas. Sam Dunn foi uma grata revelação, graças a seus estudos de Antropologia, responsáveis por uma visão diferenciada daquilo que vemos todo dia. Talvez Margolis possa ter a isenção necessária, por possuir uma carreira estável no showbiz e estar correndo atrás do documentário de Randy Rhoads de forma não vinculada à família do finado guitarrista ou de alguma gravadora.

Carlos Cavazzo ao lado do diretor Peter Margolis

Carlos Cavazzo ao lado do diretor Peter Margolis

O problema, porém, é a qualidade. É até aceitável que um extra de um DVD seja uma biografia com boa intenção, para servir como um bom passatempo, revelando curiosidades e afins – estúpido, mas comum, é usá-los apenas para inflar o próprio ego do artista, vide a primeira parte da história do Iron Maiden, The Early Days. Um documentário, por sua vez, deveria ser mais do que isso. Teria capacidade Margolis de transcender à visão do mito de Randy Rhoads e conseguir capturar uma visão diferenciada do guitarrista, ou estaremos diante de uma desnecessária canonização de alguém já consagrado, válida apenas por aumentar a hoje escassa quantidade de material sobre o músico?

Se incapaz de mostrar uma nova abordagem diferente sobre seu tema, o documentário é inútil. Felizmente, o nível vem aumentando, torçamos para que Peter Margolis atenda às expectativas.

Por Thiago ‘Hal’ Martins


Ações

Information

3 responses

23 12 2008
Felipe Miranda

Gostei muito desse blog, que conheci por acaso, só tenho uma sugestão: mantenham o twitter atualizado.
Boa sorte!

23 12 2008
Ricardo Zoio

Thiago
Acredito que Peter Margolis foi muito feliz com o “escolhido” para o documentário. Falar sobre Randy Rhoads irá interessar tanto a guitarristas quanto a fãs do Mr. Ozzy.
Mas podemos esperar de tudo…. ele pode focar sobre a técnica do guitarrista tornando o DVD chato pra quem não for do meio, pode querer evidenciar os boatos de que Randy deu umas catracada na mulher do Comedor de Morcegos, tornando o documentário sensacionalista… e pode falar de tudo isso de uma maneira legal.
No minimo vamos aguardar pra ver… o que já vai fazer o Peter faturar…
Otimo blog.
Abraço.

PS. Sam Dunn lançou meio que uma continuação do Headbanger’s Journey , chama-se Global Metal, ótimo documentário com cenas no Brasil.

28 12 2008
Dehò

Global Metal vale a pena ver, realmente!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: