Conspiração Cavalera inferniza, mas não aniquila o Sepultura

30 01 2009

A-Lex (2009)

A-Lex (2009)

Nos últimos tempos, o Sepultura tem vivido sob a pressão de ter que se reunir com membros que não mais deseja, além de trabalhar em álbuns sabendo que, independentemente do que lançar, ouvirá e lerá que “não há Sepultura sem os Cavalera”.

Papo para boi dormir e para alimentar a nostalgia daqueles que não suportam a idéia de que a banda deixou de praticar o estilo que a levou ao exterior com discos como Beneath The Remains (1989) e Arise (1991).

A questão é: o grupo começou a mudar sua abordagem já em 1993 quando lançou Chaos A.D. e modificou-se ainda mais em Roots (1996). Ou seja, a transformação não é resultado das “mentes malignas” de seus atuais integrantes. Ela vem da antiga e conclamada formação.

Há alguns anos, no entanto, Max Cavalera decidiu sonhar novamente com o que por quase uma década fez questão de manter distante: o próprio Sepultura. Liderando o bom Soulfly – cada vez melhor em discos de estúdio -, o ex-vocalista dos “jungle boys” não passa uma entrevista sem mencionar uma reunião com seus velhos companheiros. Carismático como é, virou os holofotes para si, convenceu muita gente, e transformou a vida do atual Sepultura em um inferno.

Inferno este que impede boa parte dos ouvintes de perceberem as qualidades de lançamentos como Dante XXI (2006) e o novíssimo e diversificado A-Lex (2009).

A situação chega ao ponto crítico de o repertório de escárnios para com a banda ser tão extenso quanto a capacidade dela de se renovar e experimentar, para o bem ou para o mal, para o deleite ou para o desprezo dos fãs. Abrindo o cardápio de achincalhações do recém-lançado CD, escolha o seguinte prato: o grupo está em um selo conhecido por um catálogo de música brega tão vasto que deixaria Reginaldo Rossi com inveja.

Sepultura 2009

Sepultura 2009

E…!? Musicalmente, Andreas Kisser (guitarra), Paulo Jr. (baixo), Derrick Green (vocal) e Jean Dolabella (bateria) não criaram uma obra-prima, contudo, ousaram e mostraram a cara de quem prioriza música, arte e até as próprias limitações em detrimento de ofertas milionárias para uma reunião lucrativa, porém, inconvicta e movida, puramente, por interesses de mercado e sabe-se lá o que mais.

A repercussão do CD não se compara à do debute Inflikted (2008 ) do Cavalera Conspiracy, tampouco será suficiente para, financeiramente, aproximar-se do que o retorno da antiga formação renderia. Todavia, não desaponta.

A Atração Fonográfica, gravadora citada anteriormente, confirmou hoje, 30 de janeiro de 2009, o que imaginávamos: a marca Sepultura sobrevive e se dá bem sem Ig(g)or e Max Cavalera. Aliás, pela primeira vez sem um Cavalera.

A-Lex, além de incluir faixas variadas, apresentar um conceito bem desenvolvido, elaborado e repleto de boas execuções – inclusive do estreante e excelente baterista Jean Dolabella -, atingiu a marca de 5 mil cópias vendidas em uma semana no Brasil; número expressivo em tempos de MP3 e levando-se em consideração o criminoso mercado brasileiro caracterizado por abusos tanto por parte de quem pirateia quanto por parte dos selos que detêm os direitos para lançamentos oficiais de CDs, DVDs, LPs etc.

Nos Estados Unidos, o maior mercado do planeta, bandas de estilo similar ao do quarteto brasileiro rezam para alcançar as duas mil cópias vendidas em tão pouco tempo. Às vezes, não passam das mil cópias.

Pelo visto, a forçação de barra da “conspiração Cavalera” pode até infernizar, mas está longe de aniquilar o Sepultura.

Por Thiago Sarkis

Site Oficial: sepultura.uol.com.br

About these ads

Ações

Information

90 responses

30 01 2009
Leandro Garcia

Ótimo texto, ótima visão do assunto e ótima posição sobre o tema.
Isso merecia ser publicado na Roadie Crew!

30 01 2009
Anderson Luiz

Pô Thiago,sou leitor da revista Roadie Crew e acho suas matérias excelentes e faço das suas palavras às minhas.

31 01 2009
Gábrio Punk

Impressionante como só brasileiro baba ovo da Andreas Kisser Band. Cavalera Conspiracy, o verdadeiro Sepultura, aniquila, destrói, pisa em cima desse disquinho ridículo chamado A-Lex. Disco esse que é apenas uma cópia do anterior. A melhor música não foi escrita por eles, e sim por Bethoven. A-Lex não tem alma, não é criativo, não é diversificado. Eles não estão se divertindo tocando. Enquanto isso, os Cavalera tocam música de qualidade infinitamente superior e com alma e emoção verdadeiras. O caça níquel aqui é Andreas Kisser, que se apóia em um legado e um nome que não é dele, e ainda fala mal de quem o construiu. Quem ainda acredita que a Andreas Kisser Band é o Sepultura, está sendo lesado e enganado. Vai tocar sambinha e deixa o metal em paz.

My hostility, my sanctuary, my reality, my sanctuary. Bloodbrawl, bloodclot.

31 01 2009
Rodrigo Gomes

“Eles não estão se divertindo tocando.” Como você pode ter essa certeza?

31 01 2009
gilbert

P* NO C* DOS CAVALERA. Sepultura ta muito bom sem eles. Os cavalera não tem metade do talento que esses caras tem. O ultimo do soulfly ta uma BOS**. o Cavalera Conspiracy nem chega perto do A-Lex e do Dante XXI.

31 01 2009
Baader

Sr. Gabrio Punk, levando em consideração que o Andreas é um caça níqueis, ele é de pior qualidade. Pois como foi citado no texto, ele é quem não quer uma reunião com a antiga formação, o que, convenhamos, seria sim um mar de grana pro bolso dele. A atitude dele, pode até não ser na sua opinião a certa. Mas é ousada, e pra mim, é que mais o se aproxima da falência.
E não. O cavalera conspiracy não é essa maravilha toda.

31 01 2009
Henrique Oliveira

Não é a “forçação de barra dos Cavalera” que inferniza o Sepultura. É o seu fantástico repertório passado.

Além disso, estou convencido de que uma banda, especialmente de rock, é muito mais do que simplesmente a música em si. Envolve todo o ambiente, a imagem, a mística que cria em torno do público. O “Sepultura” pode criar músicas excepcionais sem os Cavalera, pode até mesmo criar discos melhores que o Arise, mas ainda assim não seria o Sepultura que se consagrou e que nunca sairá da mente de quem o viu na sua formação clássica.

Paul Stanley foi genial quando disse, a respeito da ausência de discos novos pelo Kiss, que de nada adiantaria gravar uma nova “Let it Be”, se o que os fãs querem ouvir é “Love Gun”. E esse é o caso do Sepultura. O que eu quero, como fã, é ver Max, Igor, Andreas e Paulo no palco, tocando os clássicos que me fizeram ter orgulho na adolescência de saber que uma das maiores bandas do mundo à época era do Brasil.

31 01 2009
André

Sepultura?

Esse não é o Sepultura, é apenas uma banda que vive a sombra daquilo que já foi um dia, é uma pena ver bons talentos como o Andreas e o Jean sugando o nome Sepultura enquanto são sugados pelo paulo e o Derrick…

Não existiria Os Beatles sem o John Lenon e o Paul Mccartney, o Metallica sem o James e o Lars, Sabbath sem Ozzy e Iommy… mesmo sendo o Kerry K. e o Jaff H. os principais compositores, não existiria Slayer sem Tom e Lombardo… e é uma idiotice gigante dizer que esse é o Sepultura sendo que o único membro original é o único que não produz nada.

é uma pena…

31 01 2009
Marcelo Ferrigno

O que todos vocês defendendo os Cavalera estão dizendo é que querem reviver uma época que passou, querem rever uma banda que não se dá bem junta e querem VER música, não OUVIR.

Aí é difícil mesmo. Por que vocês não vão ver MTV então e colocam os clips de suas bandas favoritas no mute?

Brilhante o texto do Sarkis.

31 01 2009
Alexandre Indalecio

Olá Pessoal, muito do que eu falaria o Gábrio Punk já falou, acompanho e curto o Rock/Metal a muuuitos anos e acompanhei o nascimento do Sepultura e infelizmente tenho que dizer que concordo c/ Gábrio Punk em “genero, número e grau”. Se o Andreas Kisser e o próprio Paulo (segundo sempre se falou um “morto” na banda que não cria nada) queriam continuar tocando e queriam mudar o som da banda porquê não montaram outra banda ou simplesmente mudaram o nome da mesma? Será que ficaram c/ medo pois não ganhariam tanto nem venderiam tanto como utilizando o nome Sepultura? Os Discos desta nova fase não estão a altura nem tem nada haver c/ o real Sepultura, se são bons ou não cada um que tire sua própria conclusão, eu acho Péssimos. Alguém aí já foi em um Show ou assistiu a um DVD c/ o Derrick no vocal? É horrível! Ele acaba c/ a músicas antigas o som é esquisito até parecendo cover do Sepultura, pelo amor de Deus parem c/ isso, se o Sepultura original não vai se reunir deixem o mesmo descançar em paz…
PS. Já escrevi várias vezes p/ o Sepultura novo (Argh!) mandando mensagens e tentando falar c/ Andreas nunca tive uma resposta isso mostra a preocupação deles com os fãs…
Abraços

29 04 2009
Lucas Santos

Alexandre Indalecio, você com certeza escreveu o que nao devia. Voce mesmo dise, que viu a banda sepultura nascer, deveria ter mais respeito nas cartas que escreveu. Eu escrevi 3 e mandei um cd da minha banda e obtive retornos do proprio Andreas. inclusive minha banda fez abertura em um show e indicações para outras tambem.

Respeito sua opinião.

31 01 2009
Alexandre Indalecio

Henrique Oliveira parabéns pelo que vc escreveu, perfeiro, só quem acompanhou e curtiu à época pode realmente saber do que falamos, pessoal procure conhecer o que foi o Sepultura e depois, e só depois mesmo deem sua opinião.
PS. A questão não é os irmãos Cavalera e sim o que o resto da banda esta fazendo c/ o nome Sepultura.

31 01 2009
Gábrio Punk

Rodrigo, já viu eles ao vivo? O Derrick é uma mosca morta, sem expressão ou feeling algum. O Andreas NUNCA gostou de Thrash, ele sempre foi um cara do Hard Rock e Heavy. Se duvida, leia a entrevista que ele deu ao site Delfos, onde ele afirma que detestava o Sepultura antes de entrar. E como já disseram, o Paulo, que NÃO é um integrante original (o primeiro baixista do Sepultura foi Wagner Antichrist do Sarcófago), não compõe nada na banda, está ali simplesmente porque era amigo do MAX E IGOR, e tinha um baixo. O único animado é o Jean, e é claro que ele estaria, afinal é um novato em uma banda com nome importante. Antes, a maior banda dele foi o Udora, que não chega nem perto da fama e importância que o nome Sepultura tem. E quando eu digo caça níquel, é porque eles se apóiam no nome e legado do Sepultura pra continuarem famosos e respeitados. Se Max e Igor voltassem, Derrick e Jean perderiam o emprego, enquanto Andreas teria que abaixar a cabeça para as decisões dos irmãos. A quem pertence o nome? Simples, pertence aos garotos de 13 e 14 anos que traduziram “Dancing on Your Grave” do Motörhead (Dançando na Sua Sepultura), e escolheram isso como nome porque a avó deles ficou assustada com o mesmo. Vida longa aos Cavalera.

31 01 2009
PLinio

bom…sempre gosto de ler os comentarios do Thiago..

mas eu discordo..
Sepultura ja era há muito tempo..

naum pq naum tem mais o Max…mas pq os discos sem ele são um cocô…

pra mim esse A-lex foi a pior coisa q eu ja ouvi do Sepultura….pior q o Against

31 01 2009
Luiz

Acho que o tal do “punk”não entendeu o texto!Curto muito a fase antiga da banda ,mais isso é passado.Gostei muito do projeto dos Cavalera ,mas o Max saiu da banda há 11 anos praticamente ,e todo álbum que essa formação do Sepultura lança sempre é hostilizado com argumentos do tipo “isso não é Sepultura”!O novo álbum é muito bom ,e o Andreas que não quer que essa reunião aconteça.Tá na hora da galerinha que se intitula “true” parar com essa bobagem e começar a agir com a cabeça, e discutir o álbum em si, e não continuar com essa conversa batida,é Sepultura ou não é?

31 01 2009
PRS

Sepultura = FRACASSO.

NADA vai salvar esse disco A-lex de ser um FRACASSO MUNDIAL,a banda esta sem inspiração,a musica soa forçada e sem naturalidade.

Aqui eles ate vendem essa merreca de 5 mil copias,estçao na midia,lambendo famosos e jornalistas,mas lá fora NINGUEM esta interessado na musica do sepultura,porque simplesmente existem DEZENAS de bandas MELHORES do que eles.

ACABOU a carreira lá fora,agora é só fazer tour em paises exoticos e rezar pra ter uma oportunidade de tocar em um lugar legal

O Sepultura saiu do CIRCUITO de bandas que produzem boa musica a MAIS de 10 ANOS,não tem mais volta,FIM DE CARREIRA.

Só resta mesmo ficar aqui no Brasil,sendo bajulado por jornalistas e pagando de “bom musico” com derrotados da MPB.

31 01 2009
Filipe

Só uma correção, sem entrar no mérito de nenhuma opinião: O Wagner nunca foi baixista do Sepultura ele foi vocalista e fez apenas 2 shows. O unico baixista antes do Paulo foi o Roberto “Gato” Raffan, que nem chegou a fazer shows com a banda. Quando o Sepultura começou a fazer shows, o Paulo já estava com eles (na verdade ele não tocou no primeiro show, que não teve baixista, porque tinha viajado com a familia). Então, independente seu trabalho dentro da banda, o Paulo pode ser considerado, sim, um integrante original do Sepultura.

31 01 2009
ferraz251

o gabriel, teu nome ja diz tudo PUNK, vai se f… voce no minimo escuta offspring e gren day e se acha conhecedor de metal se toca o ze ruela pagodeiro

31 01 2009
Mr. Cash

Os comentários desse “Gábrio Punk” me dá náuseas… são parciais, preconceituosos e ofensivos… fora que o cara acha (e demonstra isso em seus posts) que o gosto dele é superior ao dos outros.

Em primeiro lugar: “disquinho ridículo” é o Car@&%#!!

Aprecio, respeito e admiro o que os ex-integrantes produziram (e produzem), mas o fato é que o Sepultura hoje (e há mais de dez anos!!) é diferente, e se as pessoas parassem com essa lenga-lenga de “quem é o dono do nome” poderiamos estar curtindo o som das duas bandas (ou três, se botarmos o soulfly na roda) sem maiores problemas.

Gostei do discos dos irmãos Cavalera, e fico muito feliz por estarem tocando juntos novamente, é de lavar a alma!!!

Mas o “A-Lex” também é bom pra Cacete!!! Pesadíssimo e coeso, sem nostalgias. Metal da melhor qualidade!! Fora que tem um conceito embasado e interessante… quem der uma chance ao disco não vai se arrepender. Agora, se é digno ou não do nome Sepultura (e eu acho que é!!!), isso é uma questão que apenas leva a discussões vazias e que não chegam a lugar nenhum.

Ouvi ambos os discos e curti os dois, mas gostei mais do A-lex… e daí? Isso não me dá o direito de ofender (“baba-ovo”??) gratuitamente quem discorda de mim.

Um pouco de respeito é sempre bom.

31 01 2009
ferraz251

ah gabriel em tempo, ve se respeita o Paulo Xisto pois o cara queira voce ou não, tem um legadode anos ok e o andreas, to pra ver um guitarrista de metal que não o cite como um dos melhores

31 01 2009
ferraz251

o INDALECIO com um nome desses voce deve ser cover do DIABO, curte metal é o caralho voces so querem é desestabilizar o que esta nos trilhos, vão em shows de nx 00000, ls jack, e afins e acham que conhecem algo de metal FODAM SE

31 01 2009
Mr. Cash

A propósito, gostei muito da matéria!!
Parabéns ao Thiago e ao Solada!!
Abraços

31 01 2009
Wander

Já ouviu o Conquer?? pois é, os Cavaleras fizeram um disco imensamente superior ao A-Lex! e realmente, não existe Sepultura sem os Cavaleras!

31 01 2009
lisajju

uma dúvida e tanto:
se a banda está sendo “ousada”
porque não foi ousada o bastante para trocar o nome Sepultura?

31 01 2009
Gábrio Punk

Filipe: não sei de onde você tirou essa informação, mas vou tentar me inteirar do assunto. Valeu pela dica.
ferraz251: Obvious troll is obvious. 1 – Punk não é só punk rock. Punk é filosofia de vida. 2 – Green Day e Offspring NÃO são bandas punks. 3 – O sepultura surgiu tentando mesclar heavy metal e hard core punk, assim como todas as bandas de thrash. 4 – Você me acusa de ser parcial, enquanto me dirige ofensas pessoais sem nem me conhecer. Portanto, cale-se.
Mr. Cash: Ok, gostou do disco? Ouça-o. Mas saiba que não é o Sepultura. Eu não teria problemas com essa banda, se eles usassem outro nome. Não é só que o disco é ridículo, mas principalmente o uso indevido do nome. É como se eu chamasse minha banda de Megadeth e saísse gravando discos.

31 01 2009
Jotun Kilmister

Sem favoritismo, é inegável que o Cavalera Conspiracy tem uma qualidade maior que o atual Sepultura. Infelizmente quando ouço Cavalera Conspiracy, ouço o mais puro som do Sepultura. Não é a toa que chamam o Cavalera Conspiracy de Sepultura Reborn.

Digo infelizmente, por que seria muito bom que o Sepultura soasse com o peso e expressão do Sepultura do qual conheci em sua origem.

31 01 2009
Top Posts « WordPress.com

[...] Conspiração Cavalera inferniza, mas não aniquila o Sepultura Nos últimos tempos, o Sepultura tem vivido sob a pressão de ter que se reunir com membros que não mais deseja, além [...] [...]

31 01 2009
sandman

sepultura morreu e cavellera conspiracao deu trote e caiu!

31 01 2009
fredyokota

Sepultura eh minha banda preferida de thrash metal, mas infeizmente soh consigo gosta de seus alguns com Max!

Eu acho que as pessoas acabam vendo o que naum ha nos abuns do atual sepultura, por simples respeito pela historia, pelo nome, enfm, por nostalgia. Naum escutei o novo, mas escutei o anterior, inclusive eu o tenho, e eh uma grande decepcao. Naum ha qualidade, naum ha riffs poderosos, naum ha energia, realmente uma pena… eh um album diplomatico, mas que, como ja disseram, em nada se compara a outras bandas q lancam albuns fuderosos hj em dia, como o Exodus, Kreator e, poraue naum, Soufly.

Chega de ter pena do sepultura! adimitamos que as pessoas naum gostam da formaçao atual pelo simpls motivo que ela naum apresenta nada de especial!

No mais, ainda espero que andres consiga sai dessa sombra produza algo realmente bom!

Abraços!

31 01 2009
André Toral

Olha, eu sei muito bem que o que vou dizer é un “pré”-conceito burro demais…mas que seja, pois modéstia a parte, também entendo de música e sei identificar aquilo que bom e aquilo que é uma porcaria. Mas o Sepultura de hoje é uma grande merda! Alguém já disse aqui e já concordo: Andreas Kisser Band. É isso que a banda é. Como existe a Ian Gillan Band, que o próprio Gillan teima em chamar de Deep-Purple (Deus, até o Janick Gers seria a melhor coisa para a Gillan Band, pois Purple sem Blackmore não é nada, já o Purple sem Gillan
é muito interessante, vide: a ótima fase Coverdale/Hughes, a legal com Rod Evans e a melódica e glam com o fantástico Joe Lynn Turner). Mas voltando ao Sepultura, eu nem procuro ouvir esta nova fase, sabe. Quando soube que o Max e Igor lançaram um disco, corri e me deparei com um material que seguia a mesma linha do Arise. E isso é que é som!!! Portanto, o disco novo do Sepultura não significa nada para mim. E pelo fato de Max e Igor não estarem lá, nem ao menos me darei ao trabalho de baixar MP3 piratas na net. Esquece…coisa de fan.

1 02 2009
André Toral

Caralho, pessoas já disseram que o que ficou para trás é passado…o que vale é hoje. Porra, um filho de uma … desses coloca nesta situação passados como: the dark side of the moon, led-zeppelin IV, powerslave e the number of the beast, Paranoid, Heaven and Hell, rainbow risig e inúmeros clássico do passado. Acaso o presente e o futuro apagam as obras primas do passado? Vão para a mer**

1 02 2009
Rodolfo

Ótima matéria. O Max realmente está infernizando o Sepultura e deveria se calar. Mas é A-Lex é um grande lançamento? Discordo. Na minha opinião é o segundo pior trabalho da carreira da banda, perdendo apenas para o Nation. Mas desejo sorte ao grupo. Espero que mentes mais abertas que a minha consigam compreender o propósito do novo lançamento que, para mim, não passa de uma jam session sem graça.

1 02 2009
Thrasher

Em homenagem ao “Sepultura”, estou ouvindo NOVAMENTE, Cavalera Conspiracy. É de arrepiar, quanto tempo não ouvia algo assim, de arrepiar. Inflikted, Dark Ark, Bloodbrawl…que disco lindo!! VIVA OS IRMAOS CAVALERA!! VIVA O METAL!!

1 02 2009
Filipe

Gabriel, essas informações estão na biografia Sepultura: Toda a historia, de Andre Barcinski e Silvio Gomes, que infelizmente está fora de catalogo. Além disso sou de BH e já conversei com várias pessoas envolvidas no inicio do Sepultura, como o Jairo, e o Silvio “Bibika” Gomes.

1 02 2009
Dellano Rios

Verdade dita. Gosta bastante do trabalho do Max, mas há muito tempo ele só fala merda em entrevista. E, diga-se, sempre achei estranhíssimo aquele papo de falar “amo isso” e “aquilo”, fala dos fãs brasileiros, e necas de andar por aqui. Melhor sorte na música pra ele, pq, de discurso, vai de mal a pior.

1 02 2009
MetalRorschach

Na minha opinião (e podem discordar o quanto quiser), Andreas Kisser é a pessoa mais íntegra e fiel a seus princípios em toda essa história. Lembro de entrevistas dele logo depois de Max sair, dizendo que o Max tinha virado as costas para o Sepultura e que ele nunca faria uma reunião apenas por dinheiro. E o que temos hoje em dia? O Max, oportunista, citando a idéia de reunião em todas as entrevistas, enquando o Andreas continua trabalhando em manter vivo o nome da banda que ele nunca abandonou. Se o negócio fosse “caça-níquel”, bastava fazer uma tour mundial com Max e Iggggggor e encher a conta bancária de $$$ – coisa que o “traidor” e “vendido” Andreas não fez e pelo jeito não fará tão cedo. Gostar ou não gostar dos discos é outra coisa – eu, por ex, achei o “Dante XIII” muito chato e o “Inflikted” bem meia-boca – mas basta analisar com seriedade o que está acontecendo para perceber que o Max não é o “mocinho” da história coisíssima nenhuma. Pelo contrário, sempre falou mal dos ex-companheiros e agora quer porque quer uma reunião. Ouvirei o A-Lex com muito respeito, porque essa banda carrega o legado do Sepultura, sim senhor – infelizmente, muito mais do que Iggggggor e seus projetos techno, ou Max e suas verborragias.

1 02 2009
Iann

Esse disco novo esta uma bosta.

1 02 2009
Wes

Materia excelente, finalmente uma critica de quem não baba ovo pro Max!
O A-Lex esta ótimo! não pode ser comparado aos antigos albuns do Sepultura, mesmo pq não segue a mesma levada, mas é um album agressivo! ralando pau-a-pau com “Dante” em titulo de melhor album da era Derrick! pena que muitas “noivas do Max” vão ignorar a qualidade e continuarão falando merda!

1 02 2009
Carlos Gomes

Thiago, parabéns pelo texto brilhante !!!

Os Cavalera realmente infernizam mas não conseguem aniquilar o Sepultura.
Mas umas coisas eles conseguem e bem : enganar suas viúvas trouxas, encher os próprios rabos de dinheiro fazendo música que eles mesmo declaram detestar há séculos, e o que pra eles é ainda melhor, dividindo o dinheiro só entre 3 ( Max, esposa e Iggggor ) . VCs pediram um Arise cover- meia boca, eles te deram ! Quantas raves dance não devem estar frequentando com essa grana após os shows, e quanta piada não devem estar fazendo ( em Inglês, of course!) sobre os tupiniquins que os sustentam por que amam viver do passado !!!

Outros detalhes ( se são relevante pra vc ou não, é problema seu e depende da sua integridade como pessoa e como fã de Metal ) :

* Paulo Xisto merece mais respeito ( ele é um cara simples, que vê e vive a vida de forma simples, não se liga em intrigas e é o cara mais Metal da banda – Max é rock star, quase uma diva podrona )

* Max tá pouco se fodendo para o Brasil. O Brasil é só uma bandeira que fica visualmente bonita naqueles palcos reggae dele.. E vende uma falsa impressão de amor às raízes.

* Ponham-se no lugar da banda e diga se mudariam de nome se nela ainda estivessem Igor, Andreas e Paulo??

* Quem é PUNK saca pouco ( ou nada ) de Metal !

* Os shows do Sepultura ainda são muito foda!

* Jean é melhor do que IgGG(g)gor

* Se o Rainbow fizer um novo Rising ou o Pink Floyd um novo “Dark Side of..” eu vou me sentir traído e roubado, pois eu sei que os músicos só estarão atrás de grana..

* O Sepultura atual só não tem mais espaço no exterior porque Max e Glória devem dar um jeito de fechar portas pra eles como faziam para todas as bandas brasileiras nos anos 80

* Gabrio Punk, quem gosta de sambinha e tambor é seu amado max, não o Andreas.

* O Derrick ( parece) ser um ser humano mais digno do que o Max ( que não conheço pessoalmente, mas que se entrega pelos lixos que fala )

* Quer consumir “Carisma” , vai rebolar no show da Ivete Sangalo. Eu priorizo música + integridade

E para não dizer que sou baba-ovo ( se disser também, fxxxxdane-se!)

* O Sepultura novo pode ser melhor sim. Mas parem de jogar pedras e de fazer o joguinho dos Cavalera ( ainda bem que eles não sentem o mínimo de orgulho de serem mineiros, pq eles não tem nada da nossa personalidade!)
* O Andreas não é nenhum santinho!!

1 02 2009
Gábrio Punk

Não entendo porquê não posso gostar de Dead Kennedys e Cannibal Corpse, Miles Davis e John Lee Hooker. Ah, tenho uma banda de Thrash, sou guitarrista e vocalista. Enfim, MetalRorschach e Carlos Gomes (que devem ser a mesma pessoa) falaram TANTA merda que deu até preguiça de responder tudo.

1 02 2009
Carlos Gomes

Você não respondeu por que faltaram argumentos….
E se para você é tão fácil gostar de estilos tão diferentes, por que é tão difícil gostar de duas bandas quase do mesmo estilo ( Cavalera e Sepultura ) ? Vai ver que é por que você é do tipo que gosta de comprar briguinhas criadas pelos irmãos Cavalinha..

1 02 2009
Marcelo Braga

Muito bom o texto e a análise do asunto. Eu particularmente não curto HardRock mas com certeza o Sepultura é um ícone e merece toda glória. Parabéns pelo blog

1 02 2009
Thiago

Ola adorei o comentário…. concordo plenamente com tudo… e tme mais… este novo cd so Sepultara esta muito foda…. esse album A-Lex foi o que mais me chamou atenção desde a saida do Max… isos mostra que sem o Igor as coisas continuando andando bem na banda… é ótimo… ver a força de vontade.. e cada vez mais ver trabalhos novos do sepultura…. bom tudo esta melhorando agora… espero que nada derrube essa banda….. pois alem de banda é história!!!!!!!!! valew!!!!!

1 02 2009
Phelps Bong

É engraçado mesmo o Max Cavalera agora posar de mocinho!!! Esse babaca passou anos a fio descendo a lenha no Sepultura e nos seus integrantes (incluindo seu irmão)!!! Cospe no prato que comeu e agora fica nessa choradeira, como se tivesse sido expulso da banda!!!

1 02 2009
S.O.D

Bem Rapaziada ……

Eu ouvi e reouvi e ouvi esse disco varias vezes.. na minha opiniao 1. alguem ai no forum me fala QUAL FOI UM CLASSICO QUE O FUMACA GRAVOU COM O SEPULTURA ??..sao mais de 10 anos do Fumaca ele nao me gravou nenhum classico ate agora !! 2. Paulo falando merda do Max isso e ridiculo.. ele nunca representou o Sepultura .. toca numa forma rara e palhetando ..nao tem uma tatoo representando a banda ..um visual sem referencias . e ainda falando mal do Max que o ajudou em toda a sua historia..!!! Na minha opiniao o vocalista certo pro Sepultura era o Joao Gordo …. e o baterista Gene hoglan ou Fernadao (ENDRAH)mas acho que nao teriam grana pra bancar o salario dele como aconteceu com o Roy… Porra no Brasil a tantos guitarristas bons ..por que o Andreas nao chamou o Silvio ex-Korzus pra guitarra ?? Caraio !!! ..esse disco e o pior da carreira do grupo ..me decepcona !! Eu esperava pelo menos algo ..o Jean toca bem mas nao enquadrou no Sepultura ..ele nao tem aquele estilo thrash ou death como o Igor tem ..eu repito por que o Andreas nao chamou o Fernadao ( Endhra )??? e triste ver que o Andreas esta com a mente fechada e nao querer dar oportuninade a ninguem !! eu li uma entrevista em que ele nem sabia quem era o NILE numca escutou e nem conhecia ‘? eu fico indignado !!
Ai galera esse disco A-lex e realmente outra banda nao e o Sepultura que nos conhecemos !!

2 02 2009
ricardorisk

A-lex é um dos melhores discos gravados por músicos Brasileiros de todos os tempos (*obs; “um dos…”).

Como todo fan de boa música, só me resta esperar até que os ânimos se acalmem e as pessoas comecem a julgar o disco pelo o que ele é, e não pelo que você espera que ele seja!

PERGUNTA; qual é a autoridade que um fan tem, de decidir se uma banda deve ou não parar? Se um músico tem ou não o direito de usar um nome pelo qual ele lutou tanto para manter de pé?

O que estão fazendo com o Sepultura é puro Espírito-de-porco!

O tempo se encarregará de colocar o A-lex em seu devido lugar! …um belo disco!

2 02 2009
Roberto Silva

É complicado, estive na tarde de autográfos com Sepultura, e pasmem, a Monica e as ciranças do Iggor estavam lá vendendo alguns A-Lex, tive a curiodade de ver numa mesinha ao lado uns vinte CD à venda e tambem posters… mas não vi os fãs comprando, mas vi uma cambada de nego pedindo autografos no Bestial, Morbid, Schizo, Beneath, Arise, Chaos AD e Roots, um ou outro compram o A-Lex e um ou outro levaram discos da fase Derrick, o Jean tava até sem graça pq foi o que menos autografou… tirando isso o carisma dos caras é grande… e ainda ouvia se alguns sussurros jah pensou se peo menos o Iggor tivesse aí… mas fazê o que né cada um tem sua visão…a minha é Sepultura sem os irmão não é Sepultura… so falta os caras acordarem.

2 02 2009
Gustavo Godinho

Fala, gente. Aqui quem escreve é o jornalista Gustavo Godinho, da revista Sucesso! Eu entrevistei o pessoal do Sepultura na semana passada e escrevi mais ou menos isso que você escreveu em seu blog. Dá uma conferida!

http://www.sucessoemailing.com.br/emailing/noticias/entrevista14.htm

2 02 2009
zeca

É muita alienação criticar tanto o atual Sepultura e principalmente o Andreas. Os que criticam e chamam Andreas e Cia. de “ladrões de nome” usam os discos como Arise e Chaos A. D. como referências de clássicos do “antigo Sepultura” e tal. Porra! o Andréas tocou em muitos destes discos!!! A banda atualmente evoluiu, assim como o Cavalera Conspiracy e o Soulfly são diferentes do que Max e Iggor já fizeram antes no Sepultura. E ninguém está roubando nome de ninguém…os irmãos Cavalera podem muito bem entrar com um processo e deter os direitos ao nome da banda, já que foram fundadores da mesma, argumento que seria irrefutável na aquisição dos direitos ao uso do nome. Admiro o Max e o Iggor pelo que fizeram no Sepultura e pelo que atualmente em outras bandas, assim como tb admiro o que o Sepultura faz atualmente. O engraçado em tudo isso é ninguém criticar o Max por ter como uma de suas influências o Jorge Ben (que para uns é um gênio, mas para muitos é um chato) e nem o Iggor pelo MixHell (seu projeto de música eletrônica com a atual esposa). Essencialmente discute-se apenas “quem deve ou não usar tal nome” e não o que é feito na música em si. A arte ficou em segundo plano nessa discussão toda.

2 02 2009
S.O.D

Bem !!
Para a pergunta do ricardorisk ..uma banda depende dos fans e as vezes os musicos estam cegos ..e volto a minha pergunta..QUAL FOI UM CLASSICO QUE O FUMACA GRAVOU COM O SEPULTURA ??…
Po que nao chamaram o Joao gordo ( vocal )?? e na bateria o Fernadao (Endhra) ou o Silvio ( ex-korzus ) na guitarra ??

2 02 2009
Alexandre Indalecio

Sr. ferraz251, Primeiramente vc deveria ter mais educação, pois não fui mal educado c/ ninguém e só expressei minha opinião, mas entendo pois vc deve ser dessas famílias desestruturadas e não teve boa educação na infância…
Agora vc acha que curte e conhece Metal? Então esta bom, vamos lá…Vc foi no show de lançamento do SP Metal(acho que não sabe nem o que é isso)? Assistiu algum show do Centúrias, Dorsal Atlântica ou Korzus? Conhece as Bandas Cerbero, Extermínio ou Zona Morta? Tem algum album(CD ou LP) dessas bandas? Ah, vc foi nos primeiros shows do Metallica e Venom no Brasil? Hummmm
Ve se não enche o saco e vá se “ferraz”.
Abraço

3 02 2009
Beavis

O Cavalera conspiracy até que é bom mas eles nada mais que fizeram do que tentar ganhar grana…. ”poxa, os cavalera juntos de novo devem ser foda” provavelmente pensaram isso antes de compor o disco, soulfly nem se fala, pela bagagem que o max tinha… vai fazer uma banda lixo como essa!
Sepultura é bacana tb mas os caras estão aos trancos e barrancos, empurrando com a barriga (igual o metallica), nem se comparam com o sepultura de antes, mas das 3 bandas citadas, fico com o sepultura, genuinamente brazuca!!!

3 02 2009
Entombed

O Sepultura acabou por culpa do Max e seu ego inflado e principalmente pela Gloria virouempresária da banda e esposa. O novo do SEPULTURA é muito bom sim e bem mais original e melhor gravado q a “conspiração cavalera”. Andreas Kisser toca mto e compoe riffs que o Max se escorou por toda sua época na banda. Melhor deixar o Igor virar DJ definitivamente e o Max continuar nessa de Dave Mustaine do Underground revoltadinho, ou uma espécie de Roger Waters do metal com recalque.

3 02 2009
Edu Hellspawn

Sepultura x Cavalera Conspiracy, grande decepção, ridículos! Os caras antes de brigarem se venderam, deixaram de decidir como banda ouvindo o que os empresários achavam melhor para eles! Antigamente essa “atitude” se chamava “Traição”, mas hj dizemos que a banda procurou sua veia própria! Ok, mas não posso deixar de dizer que o Metallica passou dez anos fundeado na lama, exibindo um lixo de música com raras exceções e agora está se reergendo muito bem; Dave Mustaine teve sua chance de pisar nos caras, fez as pazes e falhou com o “Risk”; o Destruction quase virou pop, felizmente Schimier não descançou no seu sofá pra ver a banda produzir mais lixo e retomou com sucesso o seu grupo; por fim o Kreator…Outcast, Caos for Conflict e Endorama, “toxic trace” é o que são, Mile reconheceu a pisada e retomou seu trabalho com louvor…meus caros, devo-lhes informar que o Sepultura x Cavaleira Conspiracy são uma fraude e essa pendenga idiota contribui mais ainda com mídia e grana para ambos! De minha parte já dei atenção demais a isso! Viva o metal anos 80 e que morram os falsos, incapazes e traidores como os as bandas citadas no tópico deste comentário!!!!

3 02 2009
Welton

O que estão esquecidos é que boa parte da sonoridade do Sepultura veio e vem dos riffs e solos de Andreas. Mas, Max tem um dos melhores vocais do Metal e também é uma figura. O mundo muda e tem lugar pra todos, porra!

3 02 2009
S.O.D

Para Entombed …..
Meu amigo a Gloria ja era empresaria dos caras a tempo ..desde a epoca do beneth..o Max fez contato com ela na epoca que ele foi ate NY quando gravaram o Schizo..ela tambem era empresaria do Nuclear Assault e do Sacred Reich..ento-se meu amigo eu lembro de entrevistas na propria Rock brigade na epoca do Rock in Rio ll que ela que consegiu os primeiros support da banda baquetas e cordas …os caras nao tinham nada Caraio era tudo bancado por eles antes !!
A culpa foi de Ego que partiu do Andreas e do Paulo que diziam nao dar emtrevistas ou sempre em segundo plano … bem eu pergunto a vcs ..quem eram o front mem do Sepultura ???? era o Max e nao o Andreas.. que o Paulo ia fazer dando uma entrevista sendo que ele nem gravava o baixo dele ???
Que este cidadao ia falar numa entrevista ?? Porra eu respeito muito o Max e principalmente a Gloria que ajudou muito essa banda …Agora Entombed cade os RIFFS bons do Andreas no A-lex ?? Sao mais de 10 anos do FUMACA e cade um classico ???amigo nao tem criatividade ..esta sozinho.. eu repito se ele tivesse as bolas mesmo ele tinha chamado o Silvio(ex-Korzus ) pra fazer a guitarra e o Fernandao ( Endhra) na bateria que dispenca comentarios ..nao me chamou o Jean !!pelo amor de deus com esse time ele numca vai alcancar nada …. eu digo a vcs esse disco e outra banda nao e Sepultura….!!!

4 02 2009
Rodrigo

Thiago Sarkis
Não concordei com o seu texto, ainda mais pelo final, onde vc descreve o Cavalera Conspiracy como “forçação de barra”. Inflikted dos Cavalera agradou muito mais aos meus ouvidos do que qualquer álbum do Sepultura com o Derrick. E Isso não é questão de pagar pau pro Max, como está se debatendo por quem tá comentando aqui, porque o Soulfly por exemplo, pra mim em cada álbum tem duas ou três músicas boas, e o resto é batucada pra inglês ver. O Inflikted pode ser uma simples volta ao passado, puro “mais do mesmo” para alguns, mas ouvindo este álbum tive certeza de que os irmãos Cavalera eram a alma daquele Sepultura que eu cresci ouvindo até o Roots.
Confesso que preciso ouvir de novo (talvez mais algumas vezes) o A-lex para não cometer uma injustiça ao criticá-lo, pois nas duas vezes que ouvi achei simplesmente sem graça.
Agora discutir a quem pertence o Sepultura é idiotice. O Sepultura continua para quem quiser ouvir e ponto final. Afinal, houve a treta do Max, onde o Igor continou na banda, concordando com o Andreas e o Paulo. Até aí era Sepultura. Daí o Igor resolve sair e então o Andreas e o Paulo têm que mudar o nome da banda? Por que? Deixem o Sepultura pra quem quiser ouvir e gostar do que eles estão fazendo.

4 02 2009
Thiago Sarkis

Rodrigo, que bom que você discordou. Como você vê, muita gente discordou. Porém, eu não disse que o Cavalera Conspiracy é “forçação de barra”. Eu falei sobre a ‘forçação de barra da conspiração Cavalera’ e isso se refere à maneira como o Max, principalmente, tem jogado pesado para ter o nome Sepultura de volta.

4 02 2009
Adriano Metal

Sobre a frase “Nos Estados Unidos, o maior mercado do planeta, bandas de estilo similar ao do quarteto brasileiro rezam para alcançar as duas mil cópias vendidas em tão pouco tempo. Às vezes, não passam das mil cópias.”… me sinto no dever de comentar. Isso está ERRADO!
Só pra citar um exemplo, a banda de Thrash Metal norte americana LAMB OF GOD vendeu entre 75.000 e 80.000 cópia só nos EUA durante a primeira semana de lançamento do disco Sacrament, ficando na 6ª posição na Billboard 200. Isso sem contar o Slayer que vendeu 72.000 cópias do
disco ‘Christ Illusion’ ficando na 5ª posição da Billboard. Metallica então nem vou comentar. Dai vem o redator dizer que nos EUA muitas bandas rezam pra alcançar 1000 cópias! Ah dá um tempo, puxação de saco ou desinformação, não sei… só sei que está errado!

4 02 2009
Thiago Sarkis

Adriano,

é uma questão de interpretação de texto. Não há qualquer equívoco em dizer que “Nos Estados Unidos, o maior mercado do planeta, bandas de estilo similar ao do quarteto brasileiro rezam para alcançar as duas mil cópias vendidas em tão pouco tempo. Às vezes, não passam das mil cópias”. É fato.

Abaixo passo os números da vendagem na primeira semana de lançamento dos álbuns de algumas bandas de Hard Rock/Hardcore/Metal nos Estados Unidos:

Kreator – “Hordes Of Chaos” – 2,800 cópias
Death Angel – “Killing Season” – 2,300 cópias
Six Feet Under – “Death Rituals” – 2,300 cópias
Gojira (banda conceituada nos EUA com o Joe Duplantier do Cavalera Conspiracy) – “The Way Of All Flesh” – 4,200 cópias
Exodus – “Let There Be Blood” – 2,000 cópias
Monster Magnet – “4-Way Diablo” – 1,800
Satyricon – “The Age Of Nero” – 1,700 cópias
The Haunted – “Versus” – 1,600 cópias
Agnostic Front – “Warriors” – 1,100 cópias
Bloodbath – “The Fathomless Mastery” – menos de 1,000 cópias
Saxon – “Into The Labyrinth” – menos de 1,000 cópias
Moonspell – “Night Eternal” – 800 cópias
Entombed – “Serpent Saints” – 400 cópias
Dismember – “Dismember” – 400 cópias

Por fim, corrigindo o que você disse, “Christ Illusion” do Slayer vendeu 62,000 cópias na primeira semana de lançamento nos EUA, e “Sacrament” do Lamb Of God vendeu 63,000 cópias.

Ninguém disse que o Sepultura vive seu grande momento em termos de popularidade. Só que a banda não foi aniquilada, como MUITAS seriam em situações parecidas com a que eles vivem, de disputas entre atuais e ex-membros.

5 02 2009
S.O.D

Para Thiago Sarkis !!

SEPULTURA’s latest album, “A-Lex” — the group’s first LP to be recorded without either of the founding Cavalera brothers (Max and Igor; on guitar/vocals and drums, respectively) — sold around 1,600 copies during its first week of release in the United States, according to Nielsen SoundScan.

Isso saiu no BLABBERMOUTH.NET

Agora

“Inflikted”, the debut album from CAVALERA CONSPIRACY sold 9,000 copies in the United States in its first week of release to debut at No. 72 on The Billboard 200 chart.

Tambem noticiado no Blabbermouth.net

Sacou !!!
Os numeros falam por si !!

5 02 2009
Thiago Sarkis

O Cavalera Conspiracy tem muito mais força que o Sepultura. Aliás, a coisa mais fácil do mundo é promover um disco como o do Cavalera Conspiracy. Há pelo menos uns 7 “selling points” imediatos. Novamente, é só ler o texto. Eu não disse que o Sepultura está no auge, eu não disse sequer que o “A-Lex” é uma obra-prima, eu não disse que o Cavalera Conspiracy é ruim ou que o Max tem feito um trabalho ruim. Eu também não disse que o Sepultura é mais popular hoje que o Cavalera Conspiracy, apenas ressaltei que a banda continua se virando e bem. 5 mil cópias no Brasil é muita coisa. 1,600 nos EUA é pouca realmente e isso tem muito a ver com o título desta matéria.

Como, nos EUA – onde o Max tem muito mais mídia que no Brasil e fala o tempo todo na imprensa -, haverá grande interesse pelo Sepultura atual sabendo-se que um ex-membro do carisma e da importância do Max fala o tempo todo que aquilo não é Sepultura e que a banda se reunirá?

Basicamente, nos EUA, o “A-Lex” é como um EP ou um single. Atrai grupo limitado de compradores que espera pelo verdadeiro álbum (para os americanos, o verdadeiro álbum ou a verdadeira turnê seria o que surgir com o Sepultura reunido com Max e Iggor).

5 02 2009
Dr.D.

A vá, para com isso o disco é muito ruim, sempre fui fan da banda, desde o Arise, é rídiculo a banda continuar só com o Andreas, e o peso morto do Paulo. O último disco do Soulfly, além do CC, é muito mais parecido com Sepultura do que qualquer disco que e o Sepultura lançou sem o MAX. O Andreas deveria ser humilde e tentar com outra banda e não ficar atirando em cachorro morto.

5 02 2009
Adriano Metal

Tiago,

As bandas mencionadas abaixo não tem semelhança de estilo com o Sepultura.

Bloodbath (Death Metal)
Saxon (Heavy Metal)
Moonspell (Black Metal/Gothic Metal)
Entombed (Death Metal)
Dismember (Death Metal)

Além de serem bandas muito mais undergrounds que o Sepultura, elas são de estilos mais extremos que geralmente tem vendagem mais baixa.

Se quer comparar o Sepultura com alguma outra banda compare certo, compare com Slayer, Exodus, Testament, Metallica, Megadeth… são todas bandas contemporâneas ao Sepultura e com estilo semelhante. E na lista de vendagens que vc montou ali em cima, as bandas que batem com o estilo do Sepultura estão com vendagens muito superiores.

Não tem essa que o Max é mais forte e tem mais exposição à mídia. Sepultura tinha o nome muito mais forte que o Max ou o Igor isoladamente, isso se o Andreas e cia não tivessem afundado o barco com as péssimas músicas que tem lançado. O Derick como músico e vocalista é um horror! Tinha tanta gente no Brasil melhor que ele, no entanto escolheram ele para o lugar do Max, e dai em diante uma sequencia de erros e composições ruins. O barco tá afundando, o Andreas já tá com banda solo e isso demonstra que está chegando o fim de um grande nome do Metal brasileiro. Em compensação o último disco do Soulfly está destruidor! O disco do Cavalera Conspiracy foi feito às pressas, mais como uma resposta dos irmãos ao Sepultura fajuto que sobrou, e mesmo feito às pressas ele desmonta todos os discos do Sepultura desde que o Max saiu. Esse é o cenário atual. Infelizmente…

5 02 2009
Thiago Sarkis

Eu falei de bandas de Metal. Falei de estilo similar, não falei de estilo igual. Todas são bandas de Metal. Ser extremo não impediu que o Lamb Of God alcançasse o Top 10 da Billboard, nem que o Pantera chegasse à primeira posição da Billboard. Nem que o Sepultura fizesse o que fez. Há momentos para as vertentes do Metal. Atualmente, bandas como o Saxon não vendem nos EUA, mas vá ver os números de bandas com um 1/10 da história deles. Isso é normal.

Não tem essa que o Max é mais forte e tem mais exposição à mídia

O Max levou a equipe do Sepultura na gravadora Roadrunner quase toda com ele para o primeiro álbum do Soulfly. A verba do Sepultura murchou após a saída dele e o Soulfly se tornou um grande investimento.

O Max não está errado em querer o melhor trabalho possível. Ele está muito bem, aliás. Ninguém disse o contrário. O Sepultura é o mesmo em termos de sucesso? Não! Só que não morreu, apesar de todas as pancadas que levou e das bobeadas que deu. A queda não é culpa do Max apenas, não é culpa do Sepultura apenas. São vários os fatores que levaram a isso. Fato é: enfraquecido ou não, o Sepultura vai se virando.

5 02 2009
Black Submarine

Não me conformo de ver carinha vindo aqui falar mal do Max… porra se não fosse o Max o Sepultura nem existiria. O Andreas não sabe compor Riffs, quem fez os riffs mais legais do Sepultura foi o Max. O Sepultura gravou vários clássicos (músicas) antes do Andreas entrar na banda, ainda com o Jairo na guitarra solo. O Max escrevia as letras, os riffs, as melodias, falava pro Igor tocar de tal maneira, ditava o ritmo pro Igor baseado em seus Riffs, eles compunham juntos quase a música inteira e só depois vinha o Andreas encaixar um solo. O Max era o maestro da banda, era ele que negociava com os empresários, gravadoras, produtores. É por isso que o Sepultura AFUNDOU depois que ele saiu. E dai vem uns babacas aqui falar mal do cara. Sabe quem seria o Andreas, Paulo e Derick se não fosse o Max: NINGUÉM, um bando de Zé ninguém! Vocês estão muito desinformados sobre o Sepultura e sua história. Estudem galera, estudem!

5 02 2009
Hellspawn666

Sinto muito, Thiago!
Gosto muito dos seus textos e respeito a sua opinião, mas sou obrigado a discordar quando o assunto é: Quem é o verdadeiro Sepultura?
Vc está certíssimo em dizer que o Max anda forçando a barra para uma volta e também acho que isso é extremamente desagradável, mas uma coisa não muda os fatos: O CC no palco É O VERDADEIRO SEPULTURA!!! Não há como negar isso!!! Basta ver as duas bandas pra ter a mais absoluta certeza disso.

Não defendo o Max quando rola esses bate bocas pela imprensa, mas não há como olhar o que é o Sepultura hoje e não achar que eles não passam de uma banda Cover deles mesmos. Perdeu a alma, perdeu o punch, não dá tesão de ver, de comprar um disco, mesmo quando eles tocam os grandes clássicos.

Acho que é o mesmo que vc assistir ao novo DVD do Paul Stanley, quando ele toca as músicas do Kiss. A banda é mais competente, mais técnica, mas não é o Kiss (não que eu ache que os caras do Sepultura toquem mais que os do CC, aliás, MUITO PELO CONTRÁRIO!).
Quando vi o CC ao vivo senti o mesmo que senti quando vi o Sepultura na Praça Charles Muller ou mesmo no Olympia na tour do Chaos A.D. e isso é muito mais importante do que quem leva o nome da banda na capa do disco.
Ouvir Territory e outros clássicos com aquela porrada do Igor, com o vocal do Max nos faz arrepiar e sentir o sangue fervendo. Já vi N shows do “atual Sepultura” e nenhum deles me fez sentir isso.

O Andreas pode tentar o quanto ele quiser, falar tudo o que quiser, trocar a banda inteira umas 10 vezes se quiser, gravar quantos CDs ele quiser e NUNCA (NUNCA MESMO) vai conseguir trazer a aura que havia na banda, quando Max e Igor estavam lá com ele.
Acho que se o Max soubesse disso, não faria o que faz. Ele continuaria a tocar com o Soulfly, com o CC, fazendo Ozzfest e os grandes festivais pelo mundo. Afinal de contas, eu sou do tempo em que o Sepultura só tocava no Brasil uma vez por ano, somente nas grandes capitais e sempre em grandes casas de show… No meu tempo o Sepultura não tocava em quermesse, festa de peão, cidadezinha do interior, etc, etc, etc… No meu tempo ninguém do Sepultura precisava tocar em banda cover pra ganhar um trocado…
Enfim: No meu tempo o Sepultura ERA grande, hj (na minha opinião) é só mais uma banda tentando provar que consegue sobreviver no meio de várias outras.

Um abraço

5 02 2009
Thiago Sarkis

Não tem porque “sentir muito” por discordar.

É sua opinião, ponto final.

5 02 2009
S.O.D

Bem galera …. E HORA DE PENSAR |||

Olha eu ja li varios depoimentos de fans ( novos e antigos ) ..e treta segue por que o Max esta pedindo ou pedia a reuniao em nome dos antigos fans e nao por causa do nome ” Sepultura ” isso e em respeito a todos as fans do Brasil e da da Sul America.. eu tenho amigos Argentinos e Colombianos, Venezuelanos que se orgulham de ter o Sepultura vindo da Sul America.. agora imagina nos Brasileiros que estavamos desde o inicio apoiando os caras ..Porra eu estava no 1 show do Fumaca quando desgraciadamente perderam aquele indio no palco e comecaram desesperademente anunciar no Microfone ..e tambem quando o apresentaram ele numa loja la perto do Vale do Anhanguabau..quando esse cara comecou a cantar as musicas antigas eu vi gente torcendo o nariz …ok..mas isso ja foi a mais de dez anos..e na epoca
o Andreas tinha medo do Joao Gordo assumir o vocal por que a gravadora nao aceitava ele ( achavam ele muito loco ) ..mas eles perderam a gravadora um disco depois ..resumindo nadou nadou e morreu na praia..por que nao optou pelo Joao gordo e pelo Silvio (ex-Korzus ) ??? por que ??? Duas cabecas pessam melhor que uma e outra o Paulo numca ajudou a escrever letra ou mudou o jeito de tocar !!
O Max ,Igor e a Gloria lutaram muito ..mas muito mesmo para colocar o nome do Sepultura na historia do Metal Mundial .. isso vcs que sao fans da fase do Derrick tem que admitir… isso nao e o Sepultura e o Jean nem gosta de Death metal ..muito menos o Fumaca. !!!!

6 02 2009
Mr. Cash

É engraçado como certos (muitos) argumentos aqui postados são prepotentes e parciais… Um se acha bom o suficiente (ou no mínimo melhor que os outros) para dizer o que é (ou não)”clássico” e para criar uma formação de banda dita “digna”; outro cita apenas uma parte dos fatos e é arrogante o suficiente para achar que apenas os demais aqui precisam estudar. Há ainda quem se acha superior pq teve a oportunidade de comparecer a shows e eventos que, embora importantes, não o torna nem mais, nem menos fã do que quaisquer outro que aqui postou.

Realmente, o Max (ao lado do Igor, do Paulo e – algum tempo depois – do Andreas) lutou muito para que o Sepultura chegasse onde chegou… mas não vi um comentário sequer aqui (principalmente daqueles que o defendem cegamente) contando pq ele deixou a banda.

Max rompeu com o Sepultura pq os outros 3 não concordavam com a forma como o empresariamento da banda (na época feito por Glória Cavalera, a mulher do Max) estava sendo feito. Andreas, Paulo e IGOR acreditavam que a maneira da Glória trabalhar priorizava demais o marido em detrimento dos demais membros da banda. Para prosseguirem os 4 juntos, foi proposto ao Max inclusive que o Sepultura passasse a ser representado por 2 empresários (o próprio Igor disse isso à MTv em 1997). Mas o Guitarrista e Vocalista não aceitou e preferiu largar a banda que ele próprio (não sem a ajuda dos outros) construiu, deixando pra trás não apenas o SEPULTURA mas também O PRÓPRIO IRMÃO!!

A maior prova de que a alegação dos 3 membros era verdadeira é que, uma vez criado o Soulfly (essa sim, uma banda prioritariamente DO Max) as portas cada vez mais se fecharam para o Sepultura e se abriram para a nova banda de seu ex-vocalista (o Thiago acabou de falar isso), que passou a ser prioridade da Roadrunner e teve um clipe legal para divulgar seu primeiro single (aquele metal misturado com hip-hop chamado “Bleed”). Max conseguiu isso não (apenas) baseado em seu inegável talento artístico, mas principalmente nos contatos criados (originalmente para o Sepultura) por ele e – principalmente – pela Glória.

Restou aos TRÊS REMANESCENTES DO SEPULTURA escolher se seguiam em frente com a banda ou não. Claro que eles optaram por reorganizar a casa, superar as (não poucas) dificuldades e seguir adiante. E isso significava escolher para o posto de vocalista um cara que não cantasse igual ao Max, mas tivesse personalidade própria, e é aí que entra o Derrick. É evidente que ao iniciar essa nova fase, a banda sabia que estava se “condenando” a esse tipo de comparação pobre que choveu nos comentários aqui. Mas FODA-SE, foi uma decisão importante e teve o meu respeito, mesmo eu não curtindo muito os dois primeiros discos da banda com o Derrick.

Enfim, o tempo passou e chegou o momento em que o Igor resolveu também deixar a banda, porém por razões completamente diferentes… o cara queria apenas fazer o que ele está fazendo hj, viajar menos, passar mais tempo com a família e se dedicar a esse lance de DJ (que mesmo não entendendo direito eu respeito). Porém, ao contrário do Max, o Igor teve muito mais respeito pela decisão do SEPULTURA de seguir sem ele (o que não quer dizer que ele tenha gostado).

Se as dificuldades de seguir em frente sem um Cavalera foram imensas, seguir em frente sem os dois é maior ainda. Mas os caras responderam a tudo isso com um álbum , no mínimo, muito digno. Já falei aqui e repito: Quem ouvir o A-Lex com o respeito que ele merece não vai se arrependender, pq é porrada pra metaleiro nenhum botar defeito.

Essa história de o que é clássico – ou não – é totalmente subjetiva, portanto, pra mim o E-Lex (sobretudo o primeiro e o segundo blocos) já é um clássico!! Os membros do Sepultura atual possuem um respeito singular por toda a história da banda e enquanto esse respeito existir a banda terá o meu respeito e admiração, a despeito dos que ainda choram a saída do Max (que depois que deixou a banda falou tanta merda a respeito dela que nem vale comentar).

Ah!! E para aqueles que julgam a qualidade de um disco pelo número de cópias que ele vende: Vão ouvir Britney Spears!! Afinal, ela vende mais cópias do que o Sepultura com ou sem os irmãos Cavelera jamais venderão!!

6 02 2009
Hellspawn666

Mr. Cash: Eu acho que vc não entendeu o que eu disse.
Pra mim não importa os motivos pelos quais o Max deixou a banda ou pelos quais o Igor deixou a banda. Não me interessa quem eles vão colocar no lugar dos que saíram. O Sepultura sem o Max não soa bem aos meus ouvidos. Ponto final. Os caras podem se esforçar o quando quiserem, mas enquanto ainda existir essa banda dos Cavalera, tocando (já que vc se “ofendeu” com o termo “clássicos”) os “grandes sucessos” do Sepultura, PARA MIM essas serão suas versões definitivas e não os “covers” que Andreas e Cia tocam hj.

Não quis me mostrar dizendo que fui a alguns shows (mesmo pq eu já vi o Sepultura até em Expo Music, sem o Max, com o Andreas cantando em uma sala de 3×3, antes de gravarem o Arise) e quis apenas ilustrar um fato, como uma experiência pessoal. Conheço Sepultura desde 86 e acompanho a carreira deles há tanto tempo, ou mais, do que a maioria aqui tem de idade. Isso não me faz ser mais ou menos fã, mesmo pq eu não sou fanático pelo Sepultura. Simplesmente acho que a banda tem discos que são perfeitos do começo ao fim (Beneath the Remains, Arise e Chaos A.D.) e, por problemas internos, que não interessam nem um pouco, não estão mais tocando com a mesma formação.

Reconheço o esforço do Andreas em levar o nome da banda em diante e não concordo com o Max forçando a barra pra voltar, mas não foi comigo que ele pisou na bola e por isso eu quero que eles todos se danem. A maioria aqui gosta de criticar as atitudes das pessoas, mesmo que essas atitudes em nada mude as vidas delas. Isso eu considero um grave defeito nos fãs de Metal. Eles se acham donos das bandas e se acham no direito de criticar atitudes que em nada alteram a vida deles. Isso pra mim é estúpido.
O que rolou no Sepultura é problema deles!!! Se vc gosta da música que eles fazem hoje, parabéns! Se vc gosta dos discos que eles gravaram sem o Max? Parabéns! Se vc gosta de ouvir o Fumaça cantando Arise, Beneath the Remains, Troops of Doom, Refuse/Resist, ok!!! EU não gosto e essa é a minha opinião.

6 02 2009
Mr. Cash

Hellspawn666, achei seu primeiro comentário muito digno e adequado (embora eu não concorde totalmente contigo)… Você não se encaixa no que eu falei (pois não usou o seu conhecimento e história de fã para “demonstrar superioridade”), logo, eu não me referia a vc em meu post. Aliás, esse nesse trecho eu falava de um comentário bem anterior (no qual o que eu falei fica bem nítido).

No entanto, não há julgamento algum no que eu escrevi. Achei necessário colocar esses fatos (um tanto desagradáveis) da época apenas para contra-argumentar àqueles que defendem o Max cegamente. Eu evitei postar coisas assim no meu primeiro comentário aqui justamente pq acho que o que importa realmente é a música que as bandas vêm produzindo.

Mas depois de tantos posts apelativos (alguns bem mal educados) querendo dizer o que é ou não Sepultura (fazendo do Max um santo e condenando a atual banda) baseados sobretudo em nostalgia, achei que postar um pouco mais de informação não faria mal a ninguém e ajudaria a responder essa questão (que pra mim é tão óbvia quanto desnecessária).

Claro que não tem nada a ver comigo (e nem com ninguém de fora da banda) o que o Max fez ou deixou de fazer com o Sepultura (e vice-versa), por isso mesmo que eu gostaria de falar sobre a música. Gostei mesmo do A-Lex e acho que muitos aqui também gostariam se ouvissem o disco sem buscar a voz do Max nele, por exemplo (claro que eu prefiro as canções da “fase Max” cantadas por ele próprio, mas isso não tem nada a ver com o que é ou não o Sepultura hoje – a Banda hoje é diferente)…

6 02 2009
Black Submarine

Para o Mr. Cash. Já que vc me chamou de arrogante ali em cima, pelo fato de eu ter dito que o Sepultura lançou músicas que se tornaram clássicas ANTES do Andreas entrar. Eu respondo a você, que me parece ser um infeliz e ignorante defensor cego do Sepultura fajuto que sobrou. Clássico leva ANOS pra se tornar. Uma música é clássica quando se consolida como referência no estilo musical a qual pertence. É clássica quando surgem variadas bandas de diversos estilos fazendo cover da mesma. É clássica quando não sai mais do Set-list da banda, onde quer que ela toque. E eu não vi nenhum dos fatores que citei acima acontecer com nenhuma música do A-lex ainda. Então você e só você considera as músicas do A-lex clássicas, foda-se a sua opinião. O que todo fã do Sepultura verdadeiro concorda é que TROOPS OF DOOM é um clássico. Assim como outros petardos lançados no primeiro disco quando o Andreas não tocava ainda. Por isso eu reforço aqui, vai estudar, vai crescer, escute o primeiro disco, Morbid Visions, olhe como o Sepultura foi crescendo com o tempo e como ele decaiu quando o Max saiu. E não me venha com história que o Max saiu porque tava sendo mais exposto na mídia pela Glória não, isso é conversa fiada. O Max tinha mais exposição porque era o Frontman e o cara mais carismático da banda, era o cara que criou a banda e influenciou o irmão mais novo a tocar bateria pra que montassem a banda. Ele fez TUDO, ele merece mais exposição sim, os outros 3 é que tinham que abaixar a orelha e ficar caladinhos, pois sem o Max não teria Sepultura. Vai estudar!

7 02 2009
S.O.D

Desejando Sorte !!

Ai Galera gostei muito de comentarios aki deste forum especial do Thiago Sarkis
,Mr. Cash, Black Submarine , e outros( muito bons ) …
Eu acho que devemos ser positivos ao ponto de desejar boa sorte ao Andreas e Cia Limitada e Tanto ao Cavalera Conspiracy.. Se o Andreas escolheu este caminho para ele ok e boa sorte ..temos que ser racionais em pensar em ajudar o Metal Brazuca e nao bota-lo para baixo .. se vc nao gosta ok ..eu particular nao gosto da fase Derick ( minha opiniao ) mas nao vou ser negativo ao ponto de falar merda do Andreas ..em fim ele e Metal e acho que ele esta aprendendo tambem algo como todos nos ..e quanto ao Cavalera Conspiracy eu torco pra que o Max e o Igor possam realizar o tao sonhado show no Brasil que eles tanto querem ..Imaginem se isso acontecer no Wacken Brasil ??? Acho que seria perfeito !! vamos torcer e se unir !!!!alias alguem ai sabe quais as bandas cotadas para o evento ??

7 02 2009
Adriano

Nao entendo o motivo da discussao, o Metallica passou por tantas mudancas quanto o Sepultura, e acredito que nem que estivesse com a formacao original (impossivel) conseguiria lancar um material tao consistente quanto Death Magnetic.
Na epoca dos Cavalera, quem assinava as composicoes na maioria¿
Vamos esperar e dar chance aos novos trabalhos.

9 02 2009
Black Submarine

Adriano, ai é que vc se engana. Os três primeiros discos do Metallica, clássicos absolutos do Metal, só chegaram àquele nível por causa do Cliff Burton. Ele era o melhor músico da banda, ele ensinou muito aos demais. Se vc ler as milhões de entrevistas do Metallica após a sua morte, verá que ele era o único cara com formação musical clássica, e foi dele as maravilhosas harmonias musicais do Master of Puppets por exemplo. Desde a sua morte o Metallica não lança nada à altura. Lembrando que o And Justice for All ainda tinha composições do Cliff. E o primeiro disco e segundo tinham também composições do Dave Mustaine, melhor músico e mais talentoso que o James e Kirk. Sepultura sem o Max não existe, aquilo lá é apenas um esboço.

9 02 2009
Hellspawn666

Mr. Cash: Se não era comigo, Ok!!! Como eu disse anteriormente, respeito a opinião de quem quer que seja. Não é saudosismo, não é “idolatria cega”. É uma simples questão do que soa melhor aos nossos ouvidos. O Sepultura com Derrick não me soa bem aos meus ouvidos. E muita coisa do Soulfly também não, para vcs verem que não é “fator Max” que faz a diferença no julgamento.

Concordo com o Adriano quando ele falou a respeito do Metallica e só não citei este exemplo anteriormente pq não achei pertinente ao tópico.
Acho que o fã de metal tem a tendência de destruir tudo aquilo que sai do seu “controle”. Enquanto o Metallica era uma banda suja, underground, que ninguém conhecia, era idolatrada pelos radicais. Depois que começaram a fazer sucesso, vender milhões de discos e aquele moleque que não ligava pro Rock, de uma hora pra outra, apareceu com o Black Album debaixo do braço, a banda virou uma bosta. Eu sei o que estou falando pq presenciei isso na época e sempre achei isso a coisa mais rídícula do mundo. E não é pq o Black Album é um disco mais “comercial”. Se eles tivessem gravado um “Kill ‘em All II” nessa época e o público comprasse 80 milhões de cópias, os mesmos radicais idiotas passariam a odiá-los do mesmo jeito. Mas esse não é a natureza do tópico e não quero repercutir sobre isso (pq tenho certeza que vão desviar o assunto).

Sem querer me alongar sobre o assunto, hj saiu uma entrevista com o Falaschi no Wiplash e ele diz: “A culpa (da desnião do estilo), em grande parte, é dos fãs e ‘orkuteiros’ de plantão, a escória da humanidade.” e ele está certíssimo sobre isso. Os próprios fãs do estilo criam rivalidades entre bandas, entre sub-divisões do Metal e são coisas que não levam a lugar algum, muito pelo contrário.
Nós sempre nos achamos os donos da verdade, os donos de determinada banda e, caso ela resolva mudar, ela passa a ser uma merda. Se um cara sai de uma banda e vai pra outra, automaticamente os fãs criam a “Sindrome Dave Mustaine” e criam barreiras em que de um lado ficam os fãs da banda A e de outro os fãs da banda B, uns jogando merda pro outro lado do muro.
O lado musical fica de lado e todos perdem mais tempo tentando denegrir a imagem do seu “rival” do que curtindo a sua banda preferida.

Quando isso vai acabar??? Do jeito que está a resposta é NUNCA!!! Parece que depois do advento da Internet as coisas pioraram.

Querem se sentir ridículos com essa merda toda??? Já que os fãs de metal são os mais intelectualizados, mais espertos, os que defendem a sua música com unhas e dentes, vou deixar aqui a pergunta:
– Vcs acham que os fãs da Banda Eva ficaram com essa putaria quando a Ivete Sangalo saiu?
– Os fãs do Babado Novo ficaram criando rivalidade quando a Claudia Leite saiu?
– Tem treta entre o Asa de Águia com o Chiclete com Banana???
– Será que esses “cabeças de merda” ficam perdendo o tempo deles criando tretinha entre as bandas que eles gostam ou o que eles querem é pular que nem pipoca atrás do trio elétrico e que se foda o mundo???

Pensem nisso e vejam quem é que está errado nessa história: Os Sábios Metalheads ou os Airheads das Micaretas?

PELO AMOR DE DEUS!!! EU ODEIO AXÉ, HEIN??? AHAHAHAHHAHAHA!!!!!

9 02 2009
S.O.D

Ai Galera e isso que eu comentei vamos ajudar o Metal e nao desvaloriza-lo !!
Eu lembro em 1998 quando o Soufly fez seu unico show aki no Brasil .. que tocou o Clautrofobia e o A.N.i.M.A.L ( Argentina ) ..Porra que aconteceu quando o Max subiu no placo ???? Aquele bando de iginorante e filhos da puta fazendo um coro ” xingando ” a mulher dele ..o que e isso ..e muita falta de respeito por parte de certos Brasileiros fazerem isso !! E depois falam por ai e comentam nos forums ..por que o Soufly nao tocou aki no Brasil mais ou por que o Cavalera Conspiracy nao tocou ainda ?? e ridiculo a mentalidade de certas pessoas ..Porra vai acontecer o Wacken ..e no Brasil a muitas bandas boas .. acho que esta na hora de acordar e crescer….mudando esse penssamento bruto !!!

10 02 2009
Mr. Cash

Black Submarine, eu não te conheço… nunca te vi ou conversei com vc na minha vida. Como é que eu ia te chamar de arrogante??? Eu falava sobre os seus comentários (os primeiros), e eles foram arrogantes mesmo… mandam os outros estudarem sendo que as informações neles contidas são parciais e tendenciosas…

Concordo com vc quando diz que “Troops of Doom” é um clássico… classicasso, e dos bons!!

Mas a sua definição de clássico é tão vaga (e vazia) que se vacilar nem o exemplo que vc próprio citou se encaixa… que história é essa de “variadas bandas de diversos estilos fazendo cover”??? Variadas quantas?? 50? 500? E de quantos estilos?? Claro que esses números não existem… Essa definição foi vc quem criou.

Cara, já disse e repito, esse conceito de Clássico é subjetivo!! Definir o que é clássico no Metal (e na música popular em geral) é uma armadilha na qual vc caiu. Mas, ao contrário de vc, apesar de discordar eu respeito a sua opinião.

Ninguém aqui jamais negou a importância do Max na HISTÓRIA do Sepultura!! Foi ele quem montou a banda e a liderou enquanto fez parte dela. Os discos da “fase-Max” também são os meus favoritos. Mas dizer que o cara fez TUDO é, no mínimo, exagero… até mesmo no Morbid Visions.

Eu tb tenho o Morbid (em Vinil) e o conheço de cabo a rabo… Acho que ninguém aqui discorda que é um disco muito importante. Mas acho que tb não há como negar que foi nos lançamentos seguintes (depois da entrada do Andreas) que a banda virou “O” Sepultura. Reparem que eu não estou falando aqui que “fulano é melhor que cicrano”, apenas estou relativizando o que foi dito sobre o Max ter feito tudo…

No Arise, por exemplo (outro álbum clássico, certo??), simplesmente TODAS as letras são creditadas à dobradinha Max-Andreas (e todas as músicas foram compostas por todos juntos – e não por “Max & Sepultura”, como no Morbid). O próprio Max (na época do Roots) falou que ele e o Andreas eram meio que a dupla “Lennon-McCartney” da banda. E na mesma entrevista ele credita o lance tribal do Sepultura – o grande diferencial da banda no exterior – “quase que 100%” ao Igor.

Essa conversa sobre Sepultura “verdadeiro” e “fajuto” é tão absurda e desrespeitosa que eu não vou comentar… O novo álbum do SEPULTURA está aí, se chama A-Lex e, assim como os lançamentos anteriores sem o Max (e os discos do Max após deixar o Sepultura), merece respeito! Qualquer um tem o direito de gostar ou não do(s) disco(s) (eu mesmo prefiro uns à outros), mas desrespeitar quem tem opinião oposta à sua é ridículo… não é questão de estudo, mas de respeito.

Como os comentários do Hellspawn666 e do S.O.D. disseram – e eu concordo plenamente – se não fossem as “rivalidades inventadas” entre as bandas e esse eterno clima de guerra entre fãs que têm gostos musicais diferentes, a “cena” inteira sairia ganhando.

Bom, eu juro que dessa vez queria falar pouco, mas não teve jeito de novo…rs.

Gostaria de terminar dizendo que tb gostei bastante de comentar aqui. Debater sobre esses assuntos é sempre enriquecedor. E parabéns mais uma vez ao Thiago pela matéria.

Um abraço a todos! E força ao metal nacional!

16 02 2009
Franci23

Bom pode até ser uma visão meio distorcida de tudo mas o Sepultura sem o Max não é a mesma coisa! E não adianta querer falar que o Sepultura já estava mudado mesmo com ele, pois o lance de o ter o Max na banda era a mistura do deslecho dele com sua guitarra de quatro cortas e toda a tecnica do Andreas, esta mistura era o que dava a liga do Sepultura, era o que formava a dupla isso sem tirar o estilo tribal de tocar bateria do Iggor… Enfim foi essas e outras o que tornou o Sepultura famoso mundialmente !

19 02 2009
Perninha

tu tá loko, até aqui tem fã de axé…ahauhuahuahuahuah…

o coment do Hellspawn666 foi matador, é bem aquilo mesmo, aqueles lokos não tão nem aí, mas também com tanta mulher se atirando, quem iria se importar quem está tocando?

eu posso me considerar uma viúva do Max, mas fazer o q? os primeiros foram clássicos mesmo, será q é pelos covers das variadas bandas?

Sepultura sem Máx pode ser qualquer coisa, menos Sepultura, o próprio CC é mais Sepultura q o atual Sepultura, como já escreveram alguns colegas…

gostei do nível do forum, li tudo achando q iam se matar q nem forum de futebol, mas depois se acertaram…

é isso aí, cada um com sua opinião…

abraço!

6 03 2009
Ana Paula

O SEPULTURa continua bom d++++!! o tempo passou e a banda mudou. Quem não aprovou as mudanças, fácil: não ouça. E pelo visto a maioria q critica não era fã da banda e sim fã dos irmãos…então é simples, segue os passos dos dois, e pronto. E pra quem tá afim de botar banca, sendo q ainda nem saiu das fraudas, faça o favor de decorar melhor os textos q le na net. Conheça a banda, não custa nada…depois forma a opinião q quiser. Antes disso tenha dignidade e se contente e ficar quietinho…é triste pra quem acompanha a banda a tanto tempo ler tanta baboseira. E na boa gente… isso aqui não é HC ou coisa do tipo.. não confundam.
Ótimo texto.
Pra quem entende um pouco de música percebe logo q a maioria das queixas são infundadas. É assim com qq banda q está a muito tempo na estrada, os músicos amadurecem, tem outras fontes de inspiração, e música muda, muitas vezes os musicos tbm mudam…não deviam mudar o nome da banda…a banda não era formada por duas únicas pessoas. Agora, pra quem se diz tão fã, só vejo gente tentando a mais de uma década derrubar os caras. Mas mesmo assim, a banda tá ai, fazendo seu trampo, doa a quem doer.
E pra quem se sente orfão do Sepultura, volta pro bercinho e fica chupando o dedinho enquanto ouve emo ou coisa “punk”.

4 06 2009
jih

Os Irmãos Cavalera eram o Sepultura …

9 06 2009
jessemetal

ate hoje agente tem q ouvir o choro dos orfaos cavalera,quem vive de passado e museu,deixa o max e o dj cavalera descansarem em paz!!!!!!!!!!

9 06 2009
jessemetal

sepultura do brasil poraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!1

3 01 2010
Mark

Eu naum ando gostando do que o sepultura anda fazendo ultimamente….
não soam mais como antigamente na epoca do “breneath the remains”…
aquilo era sepultura…acompanhei o sepultura des do seu inicio e posso falar
eles estão acabando com o verdadeiro espirito que a banda um dia teve!!!
o cavalera é uma banda exepcional!!
com um ótimo repertório….ótimas musicas….
o cavalera no palco é uma banda devastadora extremamente rápida e brutal…
os covers que eles fazem do sepultura(troops of doom,roots e a refuse/resist) da de 10 a 0 no sepultura tocando atualmente…
não tenho nada contra o sepultura atual….o som que eles fazem chega a ser até legal…porem NÃO É SEPULTURA!!!

15 07 2010
ALESSANDRO

AO INVÊS DE A MAIORIA FICAR METENDO O PAU NA BANDA SEPULTURA OU NO SOULFLY, DEVERÍAMOS NOS ORGULHARMOS POR EXISTIR ESSAS DUAS BANDAS COMO REFERÊNCIA NO MUNDO E NO BRASIL, PARA QUANDO ESSES BABACAS DA MÍDIA BRASILEIRA E PARA QUE CURTEM ESSA MERDA DE MÚSICA FEITA NO BRASIL, ABRIREM A BOCA PARA FALAREM BESTEIRAS ACHANDO QUE ESSA MÚSICA DE MERDA QUE SÓ TOCA NO BRASIL É CONHECIDA FORA DO BRASIL, PODEREMOS CALAR A BOCA DELES DIZENDO QUAL BANDA DO BRASIL REALMENTE É CONHECIDA FORA DO BRASIL.

VALEU. VIVA O ROCK PESADO.

10 08 2010
Hernane Alencar

Sepultura com o roots estava pra entrar na história do metal como banda consagrada, gigante, pois grandes eles já eram desde beneath the remains… O que aconteceu foi uma lástima e não importa mais de quem foi a culpa. Max seguiu com seu Soulfly e o resto da turma, quebrando a regra continuaram com o nome Sepultura.
Pra mim Sepultura foi aquele até roots… não julgo a sonoridade do Sepultura pós roots, julgo o fato de usarem o nome sem a formação original. Hoje temos a banda de Andres e a banda de Max. No mundo Max se deu melhor: Continuou na gravadora, gravou o nativity in black II, participou de grandes festivais, enquanto o Sepultura perdeu a gravadora e ficou limitado a pequenos festivais e a um selo minusculo. Igor que ajudara na briga contra a empresária mudou de lado, viu-se tudo ruindo e virou o estopim do que poderia ser uma reunião, que em minha opinião não deveria acontecer. Como esquecer as rugas de tudo que rolou até hoje, principalmente das declarações de Max e Andres?

Espero que Andres mude o nome da banda e que Max continue com o sucesso de seu Soulfly e Cavalera Conspiracy…

8 09 2010
Fabio

Pra que isso gente!!!! ainda existe criatividade no Brasil, ouçam Torture Squad

19 11 2010
Rodrigo Sousa

O problema é que o Andreas quer ser o dono do Sepultura, é só você ver declarações dele sobre o Max e a possível reunião do Sepultura que percebe-se que ele quyer continuar o SepulturAndreas dele, até que o Dante XXi tava bom, mais daí BOOOOM, o Igor saiu e pois fim nas minhas esperanças de um Sepultura bom novamente.O Derrick canta bem, mais falta o ódio para cantar (se é que vocês me entendem).O Max canta com o coração, é uma cosa verdadeira, por isso eu prefiro os projetos do Max que o atual Sepultura.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: